quarta-feira, 9 de maio de 2012

I Need to Read #3

Olá pessoal, tudo bem? Essa é uma coluna aqui no blog, "I need to read". É uma coluna da qual vou falar de livros, que quando se olha a capa fica aquilo eu PREEEECISO ler, sabe? Que pode ser até em pdf, mas que enquanto não lê-lo não tem como sossegar. E hoje vou falar do livro O diário do anjo da guarda
da autora
 Carolyn Jess-Cooke




Sinopse: Uma fonte de água corrente translúcida e límpida, semelhante a uma cascata, brota dos ombros de Ruth. E, na verdade, aquela fonte borbulhante compõe suas asas. Aparentando ter uns vinte e poucos anos e com um lindo cabelo que chega aos ombros em cachos espirais, Ruth é ligeiramente luminosa, como se luzes minúsculas circulassem por suas veias. Ruth agora é um anjo da guarda. Alguns deles são mandados de volta para cuidar de irmãos, filhos, pessoas com quem se importavam. Mas Ruth recebeu outra incumbência. Ela deveria cuidar de Margot Delacroix, ela mesma em outra existência e dimensão. Este é o ponto inicial da trama de O diário do anjo da guarda, da escritora irlandesa Carolyn Jess-Cooke. Nele, a autora aborda a espiritualidade com encanto e sutileza. Encontrada assassinada num quarto de hotel em Nova York, Margot terá, com a ajuda de Ruth, uma outra chance e poderá refazer sua trajetória. Mas, para cuidar de Margot, Ruth deve obedecer a quatro regras, ditadas pela sua orientadora, o arcanjo Nandita. A primeira é que ela será testemunha de tudo o que sua protegida fizer, tudo o que ela sentir, todas as experiências. A segunda é que Ela deve proteger Margot, pois muitas forças tentarão interferir nas suas escolhas. Além disso, como anjo, ela deve manter um registro de tudo o que acontecer. Mas acima de qualquer orientação recebida por seus superiores, Ruth deve amar Margot. O que sutilmente significa aprender a amar a si mesma. A lição será apreendida passo a passo. Ruth acompanha e auxilia no doloroso parto de sua protegida e de uma só vez presencia a morte da sua mãe e a chegada tardia de seu jovem pai, pessoas que nunca conhecera naquela existência. Dotada de poderes especiais, ela pode ler pensamentos, ver através do corpo humano, detectar detalhes do funcionamento de órgãos humanos e possíveis doenças. Como anjo da guarda, porém, ela não pode interferir nas escolhas da menina, mas tem permissão para inspirar pessoas próximas e aliviar o sofrimento inevitável que ela teria que atravessar. Adotada nos primeiros dias de vida por Bern, um advogado bem-sucedido, e Una, uma mulher sensível e delicada, Margot teria tudo para se tornar uma pessoa ajustada, com grande probabilidade de ter uma tendência menor para a autossabotagem. No entanto, o fio do destino atuou negativamente. Os pais morrem na explosão de um carro causada por um terrorista. Desamparada, Margot é adotada pelo casal Padraig e Sally Teague, cujos sorrisos são tão falsos como suas intenções. A decisão da guarda da menina foi tomada numa manhã ensolarada, depois que Padraig leu no jornal um anúncio que procurava pais adotivos pelo valor considerável de 25 libras por semana. Com este status, eles poderiam manter o trabalho de imigração ilegal. Abandonada, desnutrida, maltratada e até espancada, Margot sobreviverá graças à atuação de Ruth, que inspira outras pessoas a ajudarem a pequena órfã. Em O diário do anjo da guarda, Carolyn Jess-Cooke conduz o leitor a um universo de seres angelicais capazes de fazer a diferença quando a vida torna-se dura e violenta. Nele, ninguém está desprotegido. Basta acreditar.


Eu me encantei com a capa e com a história do livro eu adoro livros sobre anjos mas ainda não consegui compra-lo pois está muito caro este livro.

8 comentários:

  1. Já ouvi falar muito bem desse livro! rs


    Beijos,
    Caroline, do http//criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Virginia de Oliveira6 de junho de 2012 02:47

    A capa do livro é realmente belíssima, é como se o livro estivesse pedindo para comprar ele.

    ResponderExcluir
  3. Oi, não conhecia o livro, mas posso dizer que a capa é linda e a sinopse interessante bjs

    ResponderExcluir
  4. Tive a mesma sensação 'I need to read' ao ver essa capa,tãããoo perfeita!!
    Parece ser uma boa estória,espero poder ler quando surgir a oportunidade,concerteza!

    ResponderExcluir
  5. A capa me encantou demais e gostei bastante da sinopse, sou apaixonada por história de anjos também.

    ResponderExcluir
  6. Os livros da Rocco são muito caros. Já conhecia esse livro, acho a capa muito linda, mas não sou lá muito fã de sobrenatural então nunca senti necessidade de ler. Fico imaginando como deve ser lindo o marcador desse livro.

    ResponderExcluir
  7. Achei a capa muito linda....E com certeza me deu uma vontade de pegar esse livro e correr para ler ele..

    ResponderExcluir
  8. Estava pesquisando sobre a autora, e acho que me interessaria por ler mais o novo livro dela "O menino que poderia ver demônios".

    ResponderExcluir